Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

08/01/2007
Risco na Proteção Solar!

Protetor Solar com FPS acima de 30 pode causar TPM, nas mulheres e câncer testicular, nos homens

Estudos americanos e europeus revelam os riscos, para pele e saúde, causados pelo uso de protetor solar acima de FPS 30

O FDA (Órgão Americano que regulamenta a liberação de medicamentos) e o EMEA (Órgão Europeu), adotaram, em junho-julho de 2006, que o FPS (Fator de Proteção Solar) máximo dos filtros solares não deve exceder a 30. A regulamentação deve-se ao risco de protetores e filtros solares acima de 30 desencadearem reações adversas, em função do ao aumento da quantidade de substâncias químicas necessárias na composição para poder se aumentar o FPS.

Ou seja, para se aumentar o FPS é necessário um grande aumento de sustâncias químicas na formulação do produto, o que acarreta danos acumulativos para saúde.

Nas avaliações e estudos dos órgãos americanos e europeus, mais grave que os danos causados à pele (sensibilização, irritação, vermelhidão cutânea, dor, coceira, alergia, edema, bolhas) são os danos e prejuízos causados à outros órgãos do corpo.

Nas mulheres, os testes concluíram que a grande quantidade de substâncias químicas contida nos protetores e filtros solares acima de 30 FPS podem causar: endometriose, cisto uterino, doença fibrocística nos seios, aumento do seio, predisposição ao câncer uterino, dor de cabeça, severa tensão pré-menstrual, alterações no ciclo menstrual. Já nos homens pode ocorrer: diminuição na quantidade de esperma, feminização do corpo, desenvolvimento de seio, diminuição do pênis, aumento na incidência de câncer testicular.

“Os filtros solares com valores de FPS maiores que 30 representam a falsa idéia de “Super Proteção”, eles promovem exposição desnecessária e imprudente de substâncias tóxicas ao organismo”, afirma Fernando Luna – diretor da Pharmacopéia Cil e da Sylvachem Life Sciences - organizações dedicadas aos negócios das Ciências da Vida e Segurança dos Ativos Magistrais.

Os fabricantes mundiais de produtos e princípios ativos destinados à proteção solar estudam a melhor opção para diminuir os riscos de danos, toxicidade e alergia. As indústrias e os dermatologistas americanos e europeus estão optando por formulações contendo uma nova substância de origem japonesa com altíssima tecnologia de micro-encapsulamento, chamada SILASSOMA ® .

O SILASSOMA ® forma uma película na pele que promove sua proteção contra os raios UVA e UVB, e, da mesma forma, através desta película impenetrável garante a integridade do organismo, impossibilitando a absorção dos ingredientes químicos e danosos através da pele. Estudado e aprovado pelos mais respeitados órgãos mundiais de saúde, pode ser utilizado por adultos, bebês, crianças, gestantes e lactantes. Disponível no Brasil nas farmácias de manipulação, através prescrição dermatológica.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas