Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

08/11/2012
O orgasmo é tão importante como qualidade de vida e bem estar. Veja aqui o porquê!

Orgasmo é importante para manter a qualidade de vida e bem estar


O sexo está entre os quatro pilares da qualidade de vida, ao lado da satisfação com o trabalho, a família e o lazer



Arrepio pelo corpo, frio na barriga, quando ocorre o orgasmo acontecem muitas mudanças no corpo, como relaxamento, as artérias se dilatam e a concentração de endorfina aumenta no sangue. O orgasmo oferece alguns segundos de prazer físico, conhecido por clímax ou ponto de estímulo sexual. Todo mundo quer saber detalhes sobre ele e maneiras de desvendá-lo.



O orgasmo é tão importante como qualidade de vida e bem estar que já tem até uma data reservada no calendário para esse dia, 31/07, criada por iniciativa de redes de sex shop inglesas. Até as redes sociais ganharam movimentação intensa com direito a debates no Dia Mundial do Orgasmo.



Segundo a Dra. Edith Horibe, PhD pela Faculdade de Medicina da USP, presidente fundadora da ABMAE - Academia Brasileira de Medicina Antienvelhecimento, expoente em Gestão Antienvelhecimento e em Estética Médica, praticar sexo e dar boas risadas ajuda a retardar o envelhecimento. “Quando você ri, está alegrando seus órgãos. A risada rejuvenesce, assim como uma boa alimentação e a prática sexual são importantes para o processo de envelhecer bem”, afirma.



A médica conta que o orgasmo é um hormônio que provoca sensação de bem estar e isso reflete na estética e no humor, ajudando a driblar a correria do dia a dia e o estresse. “O orgasmo ajuda a revitalizar e equilibrar os sistemas orgânicos, psíquicos, afetivos, emocionais e mentais. O importante é que o sexo seja saudável, envolva desejos e sentimentos. Fazer sexo por fazer não é prazeroso”, declara Dra. Edith.



Na terceira idade não é diferente, além da satisfação física, o sexo reafirma o vínculo, o afeto, demonstrando que uma pessoa pode ser muito valiosa para a outra.



Como a medicina antienvelhecimento é a medicina preventiva, dentro da OMS (Organização Mundial da Saúde), o ato número 1 deve ser a prevenção a partir da manutenção da qualidade de vida e da produtividade até o final da vida do ser humano, portanto quanto mais cedo a pessoa se voltar a longevidade produtiva melhor. “Quando nascemos já estamos envelhecendo. É uma questão cultural. Fazer as pessoas entenderem que tudo é um aprendizado. Tudo começa com a consciência. Se você pensa que é jovem, você é jovem. Se você pensa que é acabado, você estará acabado. Não importa se tem 25 ou 50 anos”, afirma a Dra. Edith.



A médica enfatiza que dar risada é importante. Viver alegre faz parte do ato de pensar positivamente, o que afeta a mente. É muito fácil atingir um bem-estar a partir da prática de exercícios sexuais. Tanto que a modulação hormonal é necessária para a terceira idade, quando a taxa de hormônios cai acentuadamente. Com o equilíbrio dos hormônios, a pessoa tem de volta a disposição e a libido, evitando insônia e depressão, tudo está interligado.



Conhecer o próprio corpo é a maneira mais fácil de chegar ao orgasmo, mas acima de tudo é importante relaxar e curtir a relação como um todo.





Veja mais sobre o assunto de Comportamento com Dra. Silvia Bolognani


Serviço:
www.clinicahoribe.com.br







Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas