Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

01/07/2013
Você sabe a diferença entre EMAGRECER E PERDER PESO?

Como emagrecer e manter-se magro(a)?



Todo mundo já passou por isso alguma vez na vida: começou aquela prometida dieta na segunda-feira, se matriculou na academia, malhou, malhou, malhou, até que subiu na balança e... Nada? Nenhum quilinho perdido? Pois é, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, nem toda dieta faz perder peso. Segundo o especialista em emagrecimento Dr. Sérgio Barrichello (CRM-111.301), da Clínica Healthme gerenciamento de perda de peso, e endoscopista do Hospital das Clínicas (FMUSP), a balança nem sempre fala a verdade.

"Emagrecer e perder peso não são a mesma coisa. Uma pessoa pode ver o peso diminuir na balança sem de fato emagrecer, assim como pode se perder medidas, sentir as roupas ficarem mais largas e o peso continuar o mesmo", diz Barrichello. Isso acontece porque ao perder peso há apenas redução da massa corporal total e ao emagrecer se diminui o volume de gordura corporal, ou seja, a massa magra (músculos e ossos) se mantém ou aumenta. E como as fibras musculares pesam mais e ocupam menos espaço do que a gordura, a primeira diferença é a redução de medidas.


Qual é a forma mais saudável de emagrecer?

Sem dúvida, o mais saudável é perder gordura ao invés de apenas perder peso, já que a gordura em excesso representa um risco à saúde. Para isso, é essencial a prática de atividades físicas, como ginástica localizada ou musculação. E passar muitas horas sem comer, sem movimentar o corpo, também não é uma boa estratégia. Estudos provam que as pessoas que fazem apenas dieta têm 50% da redução do peso vinda da perda de massa muscular. "O ideal é mudar de alimentação, ao invés de parar de comer, e sempre fazer atividades aeróbicas e de resistência voltadas para o trabalho de fortalecimento muscular", diz o especialista.



Como não perder massa muscular?

O caminho para aumentar a queima de gordura e não perder apenas massa muscular, enquanto se faz dieta, é trabalhar os músculos. A realização de exercícios de resistência, como musculação, além de queimar calorias faz com que o indivíduo tenha um aumento significativo do metabolismo, ou seja, o paciente perde peso com muito mais facilidade. Apenas dessa forma a perda de peso pode ser sustentada a médio e longo prazo.

É bom, porém, ficar alerta para o excesso: exercício demais e pouca alimentação também faz mal. Barrichello afirma que muitas pessoas, na ânsia de emagrecer, passam longos periodos sem se alimentar ou mesmo começam a se privar de certos nutrientes que muitas vezes são fundamentais para o ganho de massa muscular e para perda de peso de maneira adequada. "A fonte de energia para o treinamento deve vir do alimento ou mesmo de uma suplementação com quantidades pré estabelecidas de carboidratos e proteínas. Caso o aspirante a atleta não tenha uma orientação nutricional e o acompanhamento médico adequado, o seu organismo passa a usar a massa muscular como fonte energética, prejudicando a performance do treinamento e aumentando a chance de lesões. Não adianta emagrecer e não se manter saudável", avisa.



Emagreça e mantenha-se magro(a)


Primeiro passo: preparação mental

• Estabeleça um objetivo como: emagrecimento, melhora do condicionamento físico, entre outros e adapte os exercícios ao seu objetivo.

• Estipule uma meta a curto prazo, pois são mais fáceis de ser atingidas e dão mais motivação, por exemplo, perder 2 kg em um mês.

• Tenha determinação e não ponha obstáculos como: hoje está frio, chovendo, estou sem tempo, cansada, desanimada.

• O exercício deve fazer parte da sua vida, assim como escovar os dentes e tomar banho.

• Reserve um horário do seu dia, aquele que se sinta melhor ou que lhe sobre mais tempo.
Lembre-se de que não é preciso estar em forma e nem ter habilidade para começar !




Segundo passo: avaliação médica e física

Converse com seu médico e, se possível, faça um teste ergométrico .
Realize uma avaliação e orientação física com um professor de Educação Física, assim você saberá sua condição inicial e poderá comparar sua evolução posteriormente.


Terceiro passo: fazendo os exercícios

Para tirar o máximo proveito de um programa de exercícios físicos devem-se obedecer aos seguintes critérios:



Tipos de exercícios

Aeróbios são aqueles que envolvem grandes grupos musculares e feitos de forma cíclica como andar correr , pedalar, nadar e dançar. Melhoram principalmente a saúde do coração.

Resistidos (anaeróbios) aumentam a força e a resistência muscular, são ótimos para o crescimento muscular, lembre-se que quanto mais massa muscular, mais calorias vai gastar. Exercícios que solicitem a participação dos músculos peitorais, costas, ombros, braços, pernas/glúteos e abdômen.
Ex.: Musculação e ginástica localizada.



Considerações Especiais

Aquecimento: é muito importante, pois eleva a temperatura corporal e prepara o corpo para a atividade principal, deve ser feito de forma lenta e progressiva, 5 a 10 minutos são suficientes. Ex.: alongamentos leves e movimentação das articulações envolvendo grandes grupos musculares.

Recuperação: nunca termine o exercício bruscamente, diminua o ritmo aos poucos.



Veja mais sobre SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA em nossas colunas de:

1) Cardiologia do Esporte com Dr. Nabil Ghorayeb

2) Em forma com Pilates com Profa. Danielle Rotondo

3) Dicas de Atividade Física, com José Carlos Altieri

4) Corrida, com Emerson Vilela

5) Qualidade de Vida, com Profa. Priscilla de Arruda Camargo

6) Cuide da Saúde com Exercícios, com Prof. Dr. Marco Uchida

7) Ortopedia e Saúde com Dr. Roberto Ranzini

8) Saúde Feminina com Prof. Dr. Mauricio Simões Abrão

9) Neurologia e Saúde com Prof. Dr. Paulo Caramelli





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas