Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

26/02/2007
Dicas de saúde garantem o carnaval dos foliões

O Carnaval, que começa no dia 17 de fevereiro, não faz crescer somente o número de turistas e foliões pelas ruas do Brasil, o uso excessivo de álcool e drogas aliado as altas temperaturas do verão e a aglomeração provocam um aumento de cerca de 35% nos setores de emergência dos hospitais da cidade. A maioria em decorrência de intoxicação alimentar, insolação e ingestão de drogas.

Para o coordenador da Emergência do Hospital Badim/Rede D’or, Daniel Cutrim, moderação deve ser a palavra de ordem nestes dias: “As pessoas gastam muita energia e repousam pouco, ficam em ambientes fechados, com multidão etc. Todo este quadro tende a baixar a resistência dos foliões. Saber dosar esforço e descanso é importantíssimo. Uma pessoa despreparada fisicamente pode ter sérios problemas, desde lesões musculares ou ósseas até problemas cardíacos”. Para quem quer brincar o Carnaval, sem deixar a saúde de lado, vale seguir as dicas:

· Não beba com o estômago vazio. Sem alimento, o corpo absorve o álcool mais rapidamente; Intercale água ou suco de fruta entre a ingestão de álcool;

· Coma a cada três horas; O mais recomendável é ingerir pequenas porções em várias refeições diárias; Evite carnes e lanches gordurosos; Não coma em lugares sem higiene adequada;

· Evite emendar um dia no outro. O sono é fundamental;

· Vista roupas confortáveis e, de preferência, produzidas com tecidos naturais como algodão que permitem a transpiração da pele;

· Cuidado com as doenças sexualmente transmissíveis, principalmente a Aids e a Hepatite: use camisinha!

· Calçados com salto podem provocar torções e fraturas de tornozelo, principalmente, quando usados em terrenos acidentados; Tênis é uma boa opção;

· Evite o uso de energéticos para ‘mascarar’ o cansaço dos dias de folia. Associados ao álcool, diminuem a concentração e a atenção.

Intoxicação alimentar

Fonte: Teresa Labanca, chefe do setor de nutrição do Hospital Balbino

· Evite alimentos gordurosos e à base de cremes e maionese, que podem estar estragados, causando vômitos e diarréias;

· Mantenha o corpo hidratado com sucos de frutas, água de côco ou água, que suprem a falta de minerais. Prefira sucos a refrigerantes. Entre uma cerveja e outra, é recomendável tomar suco ou uma garrafinha de água;

· Prefira bebidas engarrafadas, que são abertas na sua frente ou leve de casa água mineral. Jamais tome água sem saber a procedência;

· Faça uma refeição rápida durante o baile de Carnaval ou desfile das escolas de samba: um lanche ou uma fruta. Coma carboidratos. As barras de cereais são uma boa pedida, pois possuem carboidratos e fibras;

· Evite levar para a avenida lanche natural e recheados de molhos, maioneses e frios, pois estragam rápido. O ideal é se alimentar em casa: faça um bom café da manhã com leite, sucos de frutas e um lanche; almoço simples como uma macarronada e jantar leve. Prefira alimentação leve: sorvete, frutas e saladas, que foram adequadamente conservadas sob refrigeração;

· Não fique muito tempo sem comer. O ideal é ingerir algum alimento a cada 3 horas.

Excesso de Álcool

Fonte: Dr. Daniel Cutrim (Chefe da Emergência do Hospital Badim)

· O álcool pode aumentar o desejo sexual, mas diminui a performance nas relações sexuais dos homens, tornando-os momentaneamente impotentes;

· Evite os exageros! Mesmo pequenas quantidades de álcool podem provocar hipoglicemia, tontura e até desmaios;

· A ingestão de bebida alcoólica, faz a pessoa eliminar água, podendo ficar desidratada. Os sintomas da desidratação vão desde boca seca a náuseas e até desmaios. A hidratação deve ser feita com água com açúcar, líquidos (aos poucos) e alimentos.

Como curar a ressaca

Fonte: Dr. Daniel Cutrim (Chefe da Emergência do Hospital Badim)

· Beba bastante líquido! Esse é o melhor remédio para eliminar os resíduos tóxicos do álcool, que provoca a desidratação do organismo;

· Como o álcool age diretamente no fígado, provocando a redução de açúcar no sangue, comer açúcar ou doce pode ajudar a reduzir a ressaca;

Desmaios, convulsões e fraturas

Fonte: Dr. Daniel Cutrim (Chefe da Emergência do Hospital Badim)

· Em caso de convulsão ou desmaio, proteja a cabeça da vítima. Vire a cabeça para o lado a fim de evitar que a pessoa aspire alguma secreção;

· Em caso de fratura, não movimente o local atingido e chame socorro para que a imobilização seja feita de forma adequada;

· Em caso de torção no tornozelo, uma bandagem deve ser feita imediatamente, seguida de aplicação de gelo e elevação do membro. Procure o médico o mais rápido possível.

Excesso de Calor

Fonte: Dr. Antônio Figueira, dermatologista do BarraLife Medical Center

· Use roupas ou fantasias folgadas, de tecidos ‘leves’ e claros. O calor é forte nesta época do ano, ainda mais em espaços fechados. As roupas apertadas, e com tecidos escuros dificultam a transpiração e retém o calor excessivo do corpo;

· Proteja-se do sol: Use boné, óculos escuros e barraca;

· Use protetor solar a cada duas horas para se evitar o risco de câncer de pele;

· A cada duas horas tome uma ducha ou dê um mergulho, lembrando que é preciso reaplicar o protetor solar sempre que molhar a pele.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas