Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

25/03/2014
Sonambulismo: inimigo noturno!

O sonambulismo é um comportamento que ocorre com algumas pessoas a partir do sono profundo, chamado de sono de ondas lentas. Durante esta fase, o sonâmbulo levanta dormindo, caminha e fala, porém seu estado de consciência, memória e a capacidade de julgamento fica alterado. "O paciente realiza atividades, porém sem objetivo, sem memória e é muito difícil acordá-lo. E na maioria das vezes, não se lembra do que fez", explica, o neurologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Paulo Rogério M de Bittencourt.

De acordo com o médico os episódios ocorrem nas primeiras três e quatro horas de sono. "Os movimentos começam com poucos. Os pacientes movimentam-se na cama, sentam e depois caminham com uma expressão de nada, indiferença total. Apesar da face demostrar indiferença, as pessoas estão desorientadas, não respondem a perguntas ou estímulos, mas estão de olhos abertos e parecem acordadas. Alguns falam devagar, mas não respondem a perguntas", enfatiza.

A doença é uma espécie de distúrbios do sono, hereditária e comum na infância. "Ocorre nas crianças, principalmente, entre os quatro e oito anos, quando elas passam por alterações do sono", destaca o Dr. Bittencourt. Aproximadamente, 30% das crianças apresentam episódios de sonambulismo durante a infância. Na fase adulta há 4% de prevalência.

De acordo com o neurologista, nos últimos anos existe uma preocupação com episódios de transtornos semelhantes ao sonambulismo. Principalmente com pessoas que utilizam álcool, drogas ou medicamentos, em especial os tarja preta, como por exemplo, o diazepam, clonazepam, alprazolam e os medicamentos indutores de sono como o zolpidem. "Em qualquer destas situações o pacientes com o disturbio do sono, devem ser acompanhados por um médico de confiança da família. O profissional é essencial tratar o problema e evitar complicações mais graves", afirma o Dr. Bittencourt.


Cuidados com o sonâmbulo

O sonâmbulo deve ser acompanhando com calma. "Tente levar a pessoa em um local seguro. Para evitar acidentes. as pessoas devem se preocupar com janelas de andares altos, tapetes e móveis que possam levá-lo a quedas. O acompanhante teve propiciar um ambiente calmo, fresco, escuro, silencioso para que o sono do paciente volte", destaca o médico.

A maioria dos sonâmbulos podem ver outros espíritos, variando de acordo com o grau de lucidez de cada um, acontecendo porem, por não conhecerem a natureza dos espíritos, os tomarem também como seres encarnados.

A visão do sonâmbulo é a visão da alma, portanto ele vê onde se transportou em espírito.

O sonâmbulo sente sensações de frio, calor, porque ainda não esta totalmente liberto do corpo, e o laço que o liga ao corpo é condutor das sensações.



PRINCIPAIS DISTÚRBIOS “DA NOITE”

RONCO: É o mais comum distúrbio do sono e pode ser sintoma de doenças. Os homens adultos são os mais atingidos: pelo menos 20% sofrem com os roncos.

APNÉIA DO SONO: Doença que atinge pelo menos 10% dos roncadores crônicos. Caracteriza-se por paradas respiratórias de mais de dez segundos durante o sono, que podem chegar a até 700 numa noite. Mais de 50% de quem tem apnéia sofre de hipertensão.

INSÔNIA: Atinge principalmente as mulheres e pode ser devida a fatores transitórios ou não.

SONAMBULISMO: Acontece principalmente com crianças. O mito de que não se pode acordar um sonâmbulo é falso.

ENURESE NOTURNA: Perda do controle da urina durante o sono. As crianças amadurecem esse controle até os 5 anos. Quando isso não acontece, trata-se de um distúrbio que pode ser tratado — e não de preguiça ou excesso de líquido à noite, como muitos pais pensam.



PARA TER UMA BOA NOITE DE SONO

HORÁRIO: É importante tentar dormir sempre na mesma faixa de horário. Oscilações grandes com relação à hora de dormir e de acordar induzem a distúrbios.

COCHILO: Nunca tire pequenos cochilos durante o dia: eles roubam o sono da noite.

EXERCÍCIOS: Prefira se exercitar de manhã ou à tarde. Fazer exercícios perto da hora de dormir não é bom. “Exceto sexo”

CAMA: Ver TV ou ler na cama para esperar o sono não funciona: vá se deitar somente quando já estiver com sono.

QUARTO: Deve ter pouco ruído, luminosidade mínima (ou nenhuma) e temperatura agradável.

COLCHÃO: Escolha um com densidade adequada a seu peso e sua altura: nem muito mole nem muito duro.

EVITAR: Comidas pesadas e bebidas alcoólicas ou com cafeína antes de dormir.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas