Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

11/04/2014
O que é e como tratar a Faringite?



Nessa época de tempo frio é comum algumas pessoas pegarem uma gripe ou resfriado, mas o que elas não sabem é que esses sintomas podem estar associados à faringite.

Essa doença é causada por um vírus ou bactéria que provoca uma dor aguda de garganta, atingindo a mucosa faríngea podendo acarretar também febre alta, rouquidão, calafrios, dores no corpo, tosse seca e até vômitos, além de um aumento de gânglios linfáticos na região do pescoço. O portador da doença normalmente tem dificuldades para ingerir qualquer tipo de alimento sólido.

A inflamação afeta pelo menos 30% das crianças e 5% a 15% dos adultos. O vírus e/ou bactéria é transmitido através da saliva ou pelas mãos de pessoas infectadas. Os sintomas se iniciam após um período de incubação que varia de 24 a 72 horas. No entanto, há outras causas de faringites não infecciosas, tais como: refluxo gastro esofágico, gota pós-nasal devido a rinites, alergias e tireoidites. Tempo seco e mudanças bruscas de temperatura facilitam o aparecimento de secreções infecciosas que dão espaço para as inflamações de garganta.


A Dra. Angela Shimuta, otorrinolaringologista da Clínica de Especialidades Integrada explica os tipos de faringite infecciosa:


- Bacteriana: É provocada por vários tipos de bactérias como a estreptococo, micoplasma

- Fúngica: Provocada pelo fungo Candida Albicans, muito perigoso para quem já está com a saúde debilitada;

- Viral: Vários tipos de vírus, assim como o da gripe e resfriado; A faringite pode ser:

- 1. Aguda: Aparece espontaneamente e o processo inflamatório dura alguns dias;

- 2. Crônica: A faringite se prolonga por muito tempo e pode voltar regularmente.

Para obter um tratamento adequado e evitar complicações serias como: febre reumática e glomerulonefrites é fundamental diferenciar os casos suspeitos de faringites pela bactéria do grupo estreptococos beta hemolítico do grupo A. O melhor método de avaliação baseia-se na história clinica da doença, exame físico e apropriados testes laboratoriais, como teste rápido para detecção do estreptococos e se necessário exame de cultura Nos casos de infecções por bactéria a medicação pode ser feita através de antibióticos. As virais são tratadas com remédios antitérmicos ou antiinflamatorios O tempo de cura da faringite é o mesmo que a do resfriado, cerca de 7 a 10 dias. Dentro d esse período, evite ficar em contato com outras pessoas, já que a doença é contagiosa. A alimentação deve ser feita com alimentos líquidos ou pastosos por causa da garganta.

A especialista Dra. Angela Shimuta elaborou uma tabela listando os sintomas de cada patologia, veja:


SINTOMASRESFRIADOGRIPEALERGIA
FEBRERAROFREQUENTE, MAIS ALTA NUNCA
CEFALÉIARAROINTENSAÀS VEZES
DOR NO CORPO E MUSCULARLEVESEVERA, PODE DURAR SEMANASNUNCA
FAQUEZA E EXAUSTÃONUNCAFREQUENTERARO
CONGESTÃO NASALFREQUENTEÀS VEZESFREQUENTE
DOR DE GARGANTAFREQUENTEÀS VEZESÀS VEZES
TOSSE E DESCONFORTOLEVE A MODERADOFREQUENTE PODE SER SEVEROÀS VEZES
COMPLICAÇÕES SINUSITE OTITEBRONQUITE, PNEOMONIA RISCO DE VIDASINUSITE


Veja mais sobre Otorrinolaringologia e Saúde com:
Otorrinolaringologia com Dr. Mauricio Kurc





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas