Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

12/03/2007
Mulheres com mais problemas cardíacos

ESTILO DE VIDA AUMENTA A CADA DIA O ÍNDICE DE MULHERES COM PROBLEMAS CARDÍACOS

Além de prática de exercícios, programa nutricional é outro fator fundamental na redução aos males do coração. Alimentos funcionais, especialmente os à base de soja integral, são comprovadamente eficientes no combate às doenças cardiovasculares e podem contribuir para que esse quadro se altere.

Há alguns anos, os homens eram as principais vítimas dos problemas cardíacos. Mas a correria, estresse e, principalmente, programa nutricional das mulheres são responsáveis por um número cada vez maior de pacientes femininas nos consultórios.

Segundo a nutricionista Adriana Alvarenga, da Gold Nutrition, gerente de informação científica da marca Woman Care com Soyos, a alimentação é fundamental para a saúde cardíaca. Há certos alimentos compostos por nutrientes e compostos fitoquímicos que reduzem os níveis do mau colesterol (LDL) e evitam a sua oxidação. “O LDL penetra nas paredes dos vasos sanguíneos, onde é oxidado pelos radicais livres, acumulando-se em forma de placas de gordura que obstruem os vasos. Daí a importância dos nutrientes e compostos com ação antioxidante e hipocolesterolêmicos que ajudam a reduzir e evitar essa oxidação”, destaca.

A chamada “correria dos tempos modernos” faz com que as pessoas cada vez mais consumam produtos com altos índices de gordura total e saturada, provenientes de alimentos de fontes animais e pobres em fibras. As pessoas deveriam dar preferência em consumir carnes magras, leite desnatado e seus derivados, por exemplo. “Além disso, ainda é tímido o habito de consumir alimentos funcionais, que têm ação benéfica comprovada para o coração, como a soja, os peixes ricos em ômega 3 (salmão, sardinha), os cereais integrais e as fibras solúveis”, afirma Adriana.

Um novo tempo em prol da saúde

Por conta dos crescentes males à saúde não apenas entre mulheres, mas também homens e crianças, o padrão de nutrição no século XXI prioriza cardápios com escolhas mais saudáveis, a fim de promover o bem-estar e sustentar os sistemas orgânicos.

Esse conceito recomenda uma dieta com mais alimentos de origem vegetal. Segundo estudos, a ingestão de vegetais, combinada com a prática de exercícios regulares, ajuda a manter um peso saudável além de reduzir o risco de doenças cardiovasculares e também diabetes e obesidade.

E a soja é considerada um alimento muito importante para a manutenção da saúde e prevenção de problemas dessa natureza.

Os orientais já conhecem os benefícios desse vegetal para a saúde há milênios, mas somente nos últimos anos, o Ocidente passou a considerar a soja como alimento funcional, aquele que, além das funções nutricionais básicas, produz efeitos benéficos à saúde, sendo seguro para o consumo sem supervisão médica. “A soja é um dos alimentos mais completos e quase todos os seus nutrientes e compostos fitoquímicos atuam prevenindo os riscos de doenças cardiovasculares. A soja, possui uma maior proporção de gordura saudável, a poliinsaturada e é pobre na do tipo saturada, contém proteína com ação redutora do mau colesterol, além de isoflavonas e vitamina E, que possuem efeito antioxidante, diminuindo a oxidação do LDL. Além disso, também é um alimento rico em fibras”, afirma Adriana.

O FDA (órgão norte-americano que fiscaliza e regulamenta alimentos e medicamentos) reconheceu cientificamente a eficácia da soja na redução do colesterol e, conseqüentemente, na diminuição dos males cardiovasculares A recomendação do FDA para diminuir o colesterol e as doenças cardiovasculares é 60 g de grãos por dia ou 25 g de proteína de soja. “É bom ficar atenta às escolhas, porque alguns produtos apresentam perdas nutricionais importantes do grão original ou então possuem quantidades irrisórias que não atingem as indicadas pelo FDA”, alerta a nutricionista.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas