Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

01/10/2007
NÃO É MITO QUE A CASPA FAVORECE À QUEDA DE CABELO, É VERDADE

Muitas pessoas sofrem de dermatite seborréica, mais popularmente conhecida como caspa. Geralmente, paira a grande dúvida: a caspa favorece ou não a queda de cabelo? O que muitos desconhecem é que ela favorece sim. "Ela pode associar-se à alopecia androgenética, acelerando a perda capilar", comenta Arthur Tykocinski, dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, tem a prática voltada ao estudo e tratamento capilar.

A caspa caracteriza-se por uma oleosidade excessiva (seborréia) no couro cabeludo, seguida por inflamação e descamação. A inflamação ou irritação produz uma vermelhidão e sensibilidade no couro cabeludo, enquanto a descamação pode variar de finas escamas (lembrando polvilho) à intensa, formando crostas, muitas vezes aderidas e que ao serem removidas deixam o couro cabeludo ferido. "O stress é um dos mais importantes fatores desencadeantes desse quadro. Outro fator é o aumento do número de fungos usuais (p. Ovale) do couro", comenta o médico.

Para tratar a caspa, normalmente são usados shampoos antiinflamatórios, antifúngicos,

normalizadores da descamação. "O shampoo deve ser utilizado diariamente para uma eficaz remoção da oleosidade e impurezas do couro cabeludo. O ideal é lavar o couro cabeludo duas vezes seguidas com a polpa dos dedos (evitando as unhas). Para uma melhor ação, na segunda vez deve-se deixar agir por dois minutos. É recomendável usar água morna ou fria e enxaguar bem e depois secar com a toalha. Pode usar secador de cabelo morno para remover o excesso de umidade", recomenda Tykocinski.

Outro ponto a ser ressaltado é sobre dormir com cabelos molhados e o especialista em cabelo lembra: "Não se deve dormir com os cabelos molhados, nem colocar touca, boné ou capacete com o cabelo úmido, pois favorece um ambiente quente e úmido, ideal para desenvolver os fungos, que desencadeiam a dermatite seborreica. Fazer aplicações de LED (luz emitida por iodo), de luz de UVA e gomagem (uma espécie de peeling capilar) podem ser uma boa opção, pois tem ação antiinflamatória", finaliza.

Serviço:
Tykocinski Medical Group
www.cabelo.med.br
Rua Januário Miráglia, 181
Vila Nova Conceição - SP





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas