Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

20/02/2006
Previna a obesidade infantil

Atualmente existe uma grande preocupação com A OBESIDADE INFANTIL porque ela está crescendo assustadoramente. Os pais não têm controle do que as crianças comem fora de casa e também, muitas vezes o problema já está dentro de casa. As junkie-foods invadiram o cardápio infantil e está difícil o controle.

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a obesidade infanto-juvenil no Brasil cresceu 240% nos últimos 20 anos. Uma pesquisa da USP/Piracicaba: 22,1% dos jovens entre 11 e 16 anos estão com sobrepeso.

Sabemos que uma CRIANÇA OBESA tem 40% a mais de chance de se tornar um adulto obeso, já num ADOLESCENTE OBESO esta chance aumenta para 70%. É apavorante não? Portanto temos que cuidar das nossas crianças e jovens para eles não sofrerem mais tarde. Emagrecer e manter-se magro é bastante difícil e quem já passou (ou passa) por isto sabe do que estamos falando.

Os bons hábitos devem começar em casa e serem estimulados sempre. Por exemplo, não faça o lanche que seu filho levará para a escola com apenas bolachas e salgadinhos. Procure variar com frutas e um sanduíche balanceado. Evite fazer muitas frituras em casa, estimule o consumo de produtos vegetais, conversando, explicando e tentando incluir no dia-a-dia para que a criança se habitue e saiba da importância. Fundamentar, mostrar os benefícios às crianças através de desenhos e exemplos, devem ser aliados dos pais nesta guerra.

O exercício físico deve ser incorporado à infância para se manter na adolescência e idade adulta. Variar as atividades para saber em qual seu filho se identifica e gosta mais é de extrema importância. De nada adianta obrigar a prática de algo que ele não gosta, porque com certeza o hábito não vai ser incorporado. É interessante variar entre esportes com bola (futebol, basquete, handebol, etc), aquáticos (natação), danças e ginástica (rítmica, por exemplo). Por isto a escolinha de introdução aos esportes é uma opção bastante interessante, assim, a criança conhece um pouco de cada atividade e facilitará a identificação de algo que lhe faça feliz. Os pais têm que ser exemplo disto. É importante que seu filho veja pai e mãe praticando esportes para criar o "modelo esportivo" em casa, saber que a atividade física faz bem e que deve ser feita. Use os horários livres dos seus filhos para fazerem esportes e não ficar em frente ao computador ou televisão, comendo bolachas e refrigerantes. Sabemos que não é fácil, mas não se pode desistir, pois no futuro, eles te agradecerão!





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas