Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

19/09/2008
Dicas sobre os melhores brinquedos para a 1ª infância

DICAS SOBRE MELHORES BRINQUEDOS PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA – 0 A 12 MESES

Comprar um brinquedo altamente tecnológico ou investir nos educativos? Com a proximidade do Dia das Crianças, os pais começam a puxar os cabelos por não saberem como agradar as crianças de maneira certa.

E para os pais que tiveram um bebê à pouco tempo, as dúvidas ficam ainda maiores. “A dica é que através de brinquedos e brincadeiras os pais podem ajudar no desenvolvimento infantil”, explica o pediatra Dr. Moises Chencinski, autor do livro “Gerar e Nascer – um canto de amor e aconchego”.

De acordo com o especialista, cada brinquedo deve ser inserido na hora certa, para não assustar as crianças: “brinquedos coloridos, de encaixar, com botões e até alguns efeitos sonoros são importantes para o bebê desenvolver suas habilidades motoras”, explica Dr. Moises.

Segue abaixo algumas sugestões do pediatra sobre os brinquedos ideais para essa faixa etária:

A partir do 3º mês de vida – Nesse período o bebê já começa a “brincar”. Ele se interessa por tudo que lhe é mostrado e agita brinquedos ou coisas coloridas e que fazem barulho como argolas, chocalhos, móbiles etc. para saber de onde vem o som.

Do 4º ao 5º mês - O alcance visual dele é maior e mais duradouro e ele aumenta a atração por brinquedos ou objetos que brilham ou fazem barulhos. Quando ele estiver deitado de costas ou sentado, deixem brinquedos macios ao alcance dele para que ele possa agarrar e levá-los à boca (mordedores ou algum outro brinquedo de plástico indicado para essa finalidade). A boca ainda é o centro do seu universo e, com os dentes aparecendo, ele tentará levar muita coisa à ela para “coçar” as gengivas. Cuidados com os bonequinhos muito duros, podem machucar a boca do bebê.

Do 6º ao 8º mês – Nessa fase, o bebê começa a se equilibrar sentado. Coloque brinquedos de cores e tamanhos diferentes e que façam ruído, mas não esqueça de protegê-lo com almofadas ao seu redor para que ele não se machuque se cair. Nessa idade, se o bebê ganhar um brinquedo de presente, é mais provável que ele queira brincar com o papel ou com a caixa do que com o próprio brinquedo.

Do 9º ao 11º - Engatinhar, ficar de pé e andar com apoio são os primeiros “passos” na direção da liberdade. O bebê leva tudo à boca (cuidado com objetos pequenos) e morde, mastiga e engole. Apertar botões (atenção ao que se acende e se apaga), abrir e fechar portas (cuidado com os dedos dele), movimentar objetos são algumas das atividades que podem ser feitas sob sua supervisão. Nessa fase, os brinquedos podem ter cores, sons e muitos botões...

1º ano de vida - Encaixar e desencaixar, empilhar e derrubar, conhecer novas cores, formas, tamanhos, pesos, cheiros, gostos. Brinquedos devem ser variados em cores, tamanhos, texturas, sons, formas para que seu filho aprenda a reconhecer esses fatores. Ele tentará encaixar um brinquedo no outro, empilhá-los e, a seguir, derrubar essa pilha. Sons e cores são estímulos legais (lápis de cor e papel, brinquedos amarrados para jogar e andar puxando).





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas