Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

06/06/2009
Acupuntura

Terapia milenar bastante eficiente, mas que exige cuidados

Até ser reconhecida e oficializada como uma especialidade médica no Brasil há cerca de dez anos, a acupuntura foi posta à prova diversas vezes por aqueles que duvidavam do poder das agulhas. Após diversas pesquisas científicas, hoje há poucas pessoas que ainda desconfiam de sua eficácia no tratamento de doenças e sintomas diversos.

Segundo a teoria da acupuntura, nosso corpo possui um fluxo de energia que, ao ser interrompido, interfere no equilíbrio corporal. Com a perda do equilíbrio, surgem a doenças. “O acupunturista trabalha esse fluxo de energia por meio da inserção de agulhas em pontos específicos, com o objetivo de reequilibrá-lo. Estes pontos podem ser estimulados também por pressão, calor ou eletroestimulação”, explica Sergio Duarte Louveira, acupunturista, fisioterapeuta e piercer.

Benefícios

Além de apresentar resultados concretos no tratamento dos pacientes, a acupuntura tem como vantagem o fato de ser uma terapia não-invasiva e indolor. “A aplicação das agulhas costuma ser indolor, mas há casos, dependendo da intensidade do quadro clínico, como uma inflamação ou uma tendinite, por exemplo, que é possível que o paciente sinta uma leve pinicada no momento em que a agulha entra em contato com a pele”, conta Sergio.

Entre outros benefícios, o acupunturista destaca as diversas possibilidades de aplicação. “A acupuntura é uma terapia válida para qualquer doença, independente de sua localização, e que pode ser facilmente associada a outras modalidades terapêuticas”.

A possibilidade de redução na utilização de medicamentos, que hoje em dia tem se tornado uma preocupação constante por conta do abuso na automedicação, também é um ponto positivo na terapia. “A acupuntura reequilibra o organismo, proporcionando a melhoria da circulação sanguínea e o aumento da resistência corpórea e, por essa razão, contribui para a redução ao mínimo da necessidade de drogas medicamentosas e aumenta a eficácia terapêutica”, esclarece Sergio Duarte. Vale destacar também que, por diminuir a necessidade de remédios, constitui-se em um tratamento relativamente mais econômico.

Indicações

Embora, como dito anteriormente, a acupuntura seja indicada à todos os tipos de caso, em algumas doenças a terapia mostra-se particularmente muito eficaz, como enxaquecas, tensão pré-menstrual (TPM), osteoporose, joelhos, dor cervical, dorsalgia, ciáticas, tendinites e gastrites. “Mas a maior indicação é para o tratamento da dor”, ressalta.

Agulhas

O único aspecto que pode ser considerado desagradável nessa terapia, isto é, desagradável para quem tem medo, são as agulhas. “Por mais que se diga que a aplicação das agulhas não dói, o medo que algumas pessoas sentem podem atrapalhar, senão impedir, o tratamento”, afirma o acupunturista.

Muitos estudos no sentido de substituir as agulhas por outros métodos de estimulação têm sido desenvolvidos, mas ainda não foram obtidos os mesmos efeitos que as agulhas oferecem. “Então, o jeito é se acostumar com elas”, brinca o profissional.

Cuidados

Para iniciar um tratamento, é preciso que o paciente tenha consciência de que há a necessidade de um longo período de tratamento. “Muitas pessoas vêm ao meu consultório, fazem algumas sessões de acupuntura e, assim que a dor e o incômodo desaparecem, elas interrompem o tratamento por acharem que não precisam mais”, relata Sergio Duarte Louveira. Mas essa atitude, de acordo com o acupunturista, é um grande erro. “Apesar de ter eliminado a dor, que era o foco da atenção inicial, o paciente ainda não tratou do principal, que é restabelecer o equilíbrio de seu organismo. Por hora, a dor sumiu, mas se o tratamento não for continuado, certamente ela voltará a se manifestar”, garante.

Serviço:

Sergio Duarte Louveira, 36 anos, é fisioterapeuta, acupunturista, piercer e sócio do Old Clam Tattoo Clinic (estúdio especializado em tatuagem, maquiagem definitiva, piercing e acupuntura).


Matéria que você vai gostar de ler mais:

1) Agulhas contra a pressão alta

2) Mitos e verdades sobre a acupuntura

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Comportamento com Dra. Silvia Bolognani






Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas