Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

17/09/2009
Doença de Crohn

Diarréia crônica por mais de um mês de duração, às vezes com presença de sangue nas fezes; urgência em evacuar e emagrecimento. Estes são alguns dos sinais e sintomas da Doença de Crohn que afeta milhares de brasileiros, principalmente adolescentes e adultos jovens, entre 15 e 35 anos. “Ao perceber um destes sintomas, recomendamos que a pessoa procure imediatamente um médico: quanto mais precoce o diagnóstico, melhor o resultado do tratamento”, alerta o especialista e presidente da ABCD - Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn, Dr. Flavio Steinwurz.

A doença de Crohn é uma doença inflamatória crônica, que afeta o trato gastrintestinal, atingindo mais de 1 milhão de pessoas, nos Estados Unidos e Europa, principalmente jovens. Apesar de causa desconhecida, sabe-se que é mais freqüente em centros desenvolvidos e que está relacionada a uma complexa interação do sistema genético, imunológico e meio ambiente. No Brasil, não há números oficiais, porém, acredita-se que siga a tendência mundial, de maior concentração em centros urbanos desenvolvidos. O nome da doença é uma referência ao médico norte-americano Burrill B. Crohn que, em 1932, com dois colegas, Dr. Leon Ginzburg e Dr. Gordon D.Oppenheimer, publicou um artigo que descreve as principais características da doença que hoje leva o seu nome.

SINTOMAS E COMPLICAÇÕES COMUNS EM CROHN

· Diarréia, dor abdominal, febre e sangramento retal

· Caracteriza-se por períodos ativos, quando há exacerbação da doença, seguidos por períodos de remissão, quando os sintomas desaparecem ou diminuem

· A complicação mais comum é a obstrução do intestino, porque a doença de Crohn tende a causar inchaço e cicatrizes no tecido da parede intestinal, levando ao estreitamento da passagem

·Feridas e úlceras, que podem se transformar em fístulas (passagens anormais que estabelecem comunicação entre a área afetada com outros tecidos) e desnutrição são outras complicações que podem ocorrer.

· A doença de Crohn pode afetar a qualidade de vida do pacientes, seu bem estar físico e emocional e auto-estima

EPIDEMIOLOGIA

· Doença de Crohn afeta pessoas de todas as idades, mas é fundamentalmente doença de adolescentes e adultos jovens, entre 15 e 35 anos de idade. Ocorre igualmente em homens e mulheres

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

· É de difícil diagnóstico, pois seus sintomas são semelhantes aos sintomas de outras doenças intestinais, como síndrome do intestino irritável
· Não há um único exame que diagnostique a doença. Geralmente, o diagnóstico é feito com base em histórico clínico do paciente, exame clínico, exame de sangue, raios-X e fezes, colonoscopia e endoscopia digestiva alta

· O tratamento medicamentoso concentra-se na remissão do quadro e diminuição da freqüência de “recaídas”. Estudos indicam que alguns medicamentos biológicos são eficazes na indução de remissão, porque trata diretamente uma das causas básicas da inflamação – a superprodução de certas proteínas (no caso o TNF - fator de necrose tumoral). No Brasil, os biológicos anti TNF adalimumabe e infliximabe já são aprovados para o tratamento de Crohn pela Anvisa e têm demonstrado ser muito úteis, principalmente na falha dos tratamentos convencionais (sulfa, corticóides, imunossupressores) tanto para o controle da doença quanto para a cicatrização endoscópica, como também na presença de complicações.

Matérias que você vai gostar de ler mais:

1) Síndrome do cólon irritável

2) Fitoterápico para doenças inflamatórias intestinais





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas