Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

04/11/2009
Proteja seu coração!

As doenças cardiovasculares estão na mira dos estudiosos porque elas ainda são as grandes responsáveis pelas mortes no mundo todo. Para o Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, estas causas superam as mortes de causas externas, doenças respiratórias e doenças malignas.

Veja logo abaixo os perfis de maiores riscos,

Quem corre mais risco

· Fumantes
· Pessoas com colesterol elevado (excesso de “gorduras” no sangue)
· Diabéticos
· Obesos
· Sedentários
· Estressados
· Filhos de pais enfartados
· Hipertensos
· Mulheres após a menopausa

Como “ajudar” seu coração

· Atividade física constante – andar, correr, praticar esportes aeróbicos
· Dieta adequada – evitar alimentos gordurosos
· Mudança de estilo de vida – reduzir níveis de estresse, acertar o ritmo do sono, aproveitar finais de semana e férias para relaxar.
· Cigarro deve ser abandonado

O coração é o órgão essencial para nossa sobrevivência, aquele que bombeia sangue para todo o corpo. Mas será que cuidamos bem dele? É preciso muito cuidado para tratá-lo, afinal, as doenças do coração acabam atingindo todo o nosso organismo, e podem nos debilitar seriamente. Um grande perigo para o coração é a gordura que ingerimos em nossa alimentação, em especial o colesterol. Fala-se muito no colesterol, mas você sabe exatamente o que ele é e a sua importância no funcionamento do corpo?

Dentre as gorduras existentes no sangue, o colesterol é a mais conhecida. Causador de doenças no coração e nos vasos sangüíneos, o colesterol também é responsável por funções essenciais do organismo.

Tanto é assim que o próprio corpo o produz. Com isso, nem que você cortasse totalmente os alimentos que contêm colesterol de sua dieta você seria capaz de eliminá-lo de seu corpo, afinal, o fígado se encarrega de fabricá-lo.

Mas é preciso saber diferenciar o colesterol "ruim" - aquele que causa grandes males, como a angina ou os terríveis ataques do coração - do "bom". O colesterol em si é composto por duas partes: as lipoproteínas de baixa-densidade (LDL) e as lipoproteínas de alta-densidade (HDL). As primeiras representam o lado ruim desta gordura, enquanto que as segundas são a parte boa.

Em níveis muito altos, o LDL se acumula nas artérias. E é aí que está o perigo, já que a esmagadora maioria das pessoas que já tiveram qualquer tipo de doença do coração tinham um alto nível de gordura no sangue. Com o HDL a situação é inversa: quanto mais alto o nível dele no sangue, menores as chances de aparecer uma doença do coração.

Cuidados essenciais com o coração

- Apesar de parecer repetitivo, não adianta: uma dieta saudável é o primeiro passo para um corpo sadio. Com o coração, é a mesma coisa, ainda mais quando falamos em redução de gordura: nosso órgão vital agradece muito! Por isso, diminua os alimentos gordurosos de seu cardápio.

E não vá pensando que, com isso, ficará debilitado, sentindo falta de alguns nutrientes. Isso se torna impossível se você, por outro lado, aumentar a ingestão de frutas frescas e vegetais. Uma delícia que faz maravilhas à sua saúde!

- Jogue fora o cigarro. Todos sabem os males causados pelo cigarro, que é um grande colaborador das doenças do coração. É difícil largar o vício, mas é essencial para quem quer uma vida mais saudável e menos arriscada.

Só para se ter idéia de como faz diferença parar de fumar: depois de cinco anos sem fumar, o risco de ter um ataque do coração é reduzido pela metade.

- Faça exercícios e reduza o estresse. As duas coisas andam juntas: quando se faz alguma atividade física, o estresse já é atingido. Exercícios que estimulem a circulação sangüínea são os mais indicados para prevenir os problemas do coração.

Atividades aeróbicas em geral, como caminhadas, corridas e natação, são ideais. É claro que você deve procurar a assistência especializada para descobrir qual atividade se encaixa melhor a seu estilo de vida e ao ritmo do seu corpo.

- Acima de tudo, viva bem. Uma vida feliz e tranqüila, sem brigas, preocupações ou ansiedade demais é essencial para poupar o coração. É claro que as preocupações existem, e nosso dia-a-dia costuma ser estressante por si só.

Mas é possível tentar tirar o melhor de tudo, apreciando cada momento e vivendo intensamente. Sempre com o coração a mil!

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Cardiologia e Saúde com Dr. Augusto Uchida





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas