Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

28/12/2009
Durma bem

Um médico britânico que há 20 anos estuda o sono, Dr. Chris Idzikowski fez uma pesquisa curiosa, associando certas posições no sono com a personalidade das pessoas. Mulheres, em sua maioria (51%), preferem a posição de feto — e, para o Dr. Idzikowski, quem dorme assim costuma ser uma pessoa tímida e autocentrada. Alguns neurologistas, não se arriscam a relacionar o jeito de dormir dos pacientes com a personalidade — que considera algo muito mais complexo do que possa sonhar acordada a nossa vã filosofia — mas dão uma pista.

— A posição de feto é antálgica. É a que indivíduos com hérnia de disco lombar preferem — explica.

Posições no sono: traços de personalidade ou mero conforto?

A estrela do mar (de barriga para cima, pernas e braços abertos), para o médico britânico, tem a ver com criaturas que fazem amigos com facilidade, não buscam ser o centro das atenções e são boas de ouvir histórias e reclamações — e é bom que seja mesmo assim, pois o cônjuge terá muito o que reclamar por ficar com somente 1/3 da cama.

Virando radicalmente, o sujeito que dorme no estilo queda-livre (jogado na cama, de barriga para baixo) é gregário, mas recebe mal as críticas pessoais. O médico brasileiro alerta que a posição é perigosa para recém-nascidos com história familiar de morte súbita no sono. E felizmente é pouco escolhida: apenas 6,5% dos analisados pelo Dr. Idzikowski dormem assim. Já os que se deitam feito soldados (como se estivessem em posição de sentido) são descritos pelo britânico como de personalidade quieta e reservada. Acordados, até pode ser...

Entre esses estão os indivíduos roncadores ou que têm apnéia do sono.

As duas últimas posições são laterais: os que dormem com os braços alongados junto ao corpo são sociáveis e descontraídos, enquanto os que elevam os braços são desconfiados e cínicos, segundo o especialista britânico. Há uma razão bem mais prática do que qualquer cinismo para elevar os braços no sono: a necessidade de expandir mais os pulmões:
Pacientes com insuficiência cardíaca e apnéicos com alguma freqüência fazem isso.

PRINCIPAIS DISTÚRBIOS

RONCO: É o mais comum distúrbio do sono e pode ser sintoma de doenças. Os homens adultos são os mais atingidos: pelo menos 20% sofrem com os roncos.

APNÉIA DO SONO: Doença que atinge pelo menos 10% dos roncadores crônicos. Caracteriza-se por paradas respiratórias de mais de dez segundos durante o sono, que podem chegar a até 700 numa noite. Mais de 50% de quem tem apnéia sofre de hipertensão.

INSÔNIA: Atinge principalmente as mulheres e pode ser devida a fatores transitórios ou não.

SONAMBULISMO: Acontece principalmente com crianças. O mito de que não se pode acordar um sonâmbulo é falso.

ENURESE NOTURNA: Perda do controle da urina durante o sono. As crianças amadurecem esse controle até os 5 anos. Quando isso não acontece, trata-se de um distúrbio que pode ser tratado — e não de preguiça ou excesso de líquido à noite, como muitos pais pensam.

PARA TER UMA BOA NOITE DE SONO

HORÁRIO: É importante tentar dormir sempre na mesma faixa de horário. Oscilações grandes com relação à hora de dormir e de acordar induzem a distúrbios.

COCHILO: Nunca tire pequenos cochilos durante o dia: eles roubam o sono da noite.

EXERCÍCIOS: Prefira se exercitar de manhã ou à tarde. Fazer exercícios perto da hora de dormir não é bom. “Exceto sexo” — lembra o Dr. Flávio Magalhães.

CAMA: Ver TV ou ler na cama para esperar o sono não funciona: vá se deitar somente quando já estiver com sono.

QUARTO: Deve ter pouco ruído, luminosidade mínima (ou nenhuma) e temperatura agradável.

COLCHÃO: Escolha um com densidade adequada a seu peso e sua altura: nem muito mole nem muito duro.

EVITAR: Comidas pesadas e bebidas alcoólicas ou com cafeína antes de dormir.

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Neurologia com Dr. Paulo Caramelli





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas