Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

26/06/2006
Meditação: caminho para uma vida plena e feliz

Hoje cada vez mais ouvimos falar em meditação e nos benefícios alcançados através dessa prática milenar, no entanto, poucos de nós a utilizam no dia-a-dia como aliada para melhorar a qualidade de nossa vida.

Fala-se de meditação quase como algo inatingível, quando na verdade é simples e todos podemos, sem receio, praticar e nos beneficiar com os resultados.

Meditar é silenciar a mente, na medida do possível, e assim obter tranqüilidade para entrar em contato com a nossa essência. Desde épocas remotas é sabido que as respostas que procuramos encontram-se dentro de nós e não fora. Sócrates já dizia: “Conhece-te a ti mesmo.”Mas como fazer para ouvir essas respostas, como fazer contato com o nosso EU mais profundo?

Em qualquer conversa, para escutarmos o outro precisamos silenciar, se falarmos ao mesmo tempo não compreenderemos o que o outro quer dizer. Assim é também conosco. Para ouvir nossa voz interior, que é a nossa verdade, a voz que tudo sabe, também precisamos silenciar, sendo que a mente. A meditação é o caminho que nos leva a aquietar a mente e assim podermos ouvir nossa voz interna.

Através da prática da meditação abrimos a porta para o autoconhecimento, o que nos permite fazer escolhas conscientes, mudar hábitos, tornar mais rico nosso relacionamento com nós mesmos e com todos a nossa volta. Não há milagre. O que acontece é que a meditação além de relaxar mente e corpo, nos traz para o momento presente, nos ensina a utilizar plenamente o poder da atenção e da concentração. Primeiro durante a prática e depois estendemos naturalmente ao nosso dia-a-dia.

A entrega sem nada esperar é fundamental para se alcançar o estado meditativo.
Na meditação, o fundamental é praticar e não ter pressa por resultados imediatos. A ansiedade gerada pela busca de resultados é um inconveniente à prática e ao alcance dos resultados em si.

Há um tempo para que as coisas aconteçam. Se observarmos a performance de um atleta numa olimpíada, ficaremos encantados com a perfeição dos exercícios, porém não podemos esquecer quanto tempo e horas de trabalho foram necessários para chegar a esse ponto. Assim é com a meditação. É necessário treino, prática, para aos poucos nossa mente ir se acostumando a diminuir sua atividade. Para que pressa durante a prática se o que estamos buscando é justamente tranqüilidade e paz? Se continuarmos agindo como viemos fazendo até hoje continuaremos obtendo os resultados de sempre, nada diferente.

Você pode estar se perguntando como silenciar a mente. Realmente, para a maioria de nós, que está acostumado a falar e pensar sem parar, é realmente difícil imaginar uma mente silenciosa. Mas esse é um objetivo que pode ser alcançado.

Com o tempo, os pensamentos vão perdendo a força e você se dispersará cada vez menos. Apenas alguns minutos todos os dias. Isto vai despertar você para uma vida muito mais interessante, saudável, dinâmica e harmoniosa.

Por Sandra Rosenfeld
*escritora, conferencista, instrutora de meditação, autora do livro O que é Meditação – Ed. Nova Era
www.sandra.rosenfeld.nom.br
contato@sandra.rosenfeld.nom.br





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas