Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

12/11/2010
Xô dor de cabeça

A Sociedade Internacional de Cefaléia reconhece mais de 150 tipos de dor de cabeça. Algumas têm causas estruturais, metabólicas, tóxicas ou infecciosas. Outras são identificadas como consequências de lesões ou outras alterações tais como sinusites, infecções do sistema nervoso ou sistêmicas, tumores, coluna cervical e outras.

Algumas dores de cabeça têm uma causa tratável e é desta que vamos falar. Problemas posturais, tensionais (estresse) e circulatórios são causadores de dores de cabeça constantes e após uma avaliação médica e odontológica entramos com o tratamento preventivo que é a atividade física.

A lista de benefícios dos exercícios físicos é interminável. As atividades leves em comunhão com as aeróbicas, que estimulam a circulação sanguínea, são primordiais para amenizar crises de dor.

E não é só para acabar com a dor de cabeça que o exercício físico é um aliado. Por exemplo, os problemas cervicais, causados pela má postura, é um dos grandes vilões das dores constantes, o que seções diárias de alongamento e fortalecimento muscular, podem facilmente combater.

Quando em movimento nosso corpo produz endorfina, este cai na circulação sanguínea e atua como uma morfina natural que colabora com o fim de muitas dores que nos incomodam no dia a dia. Escolha uma atividade que se enquadre ao seu estilo de vida e comece já! Mas sempre com orientação para ter bons resultados e não arrumar uma nova dor!!!

Sabemos também que com uma alimentação rica em fibras e água na medida exata um ótimo programa de exercícios diários trará ainda mais resultados positivos. A nutricionista Karina Pimentel acrescenta ainda que as crises hipoglicêmicas podem ser causadas por ficarmos longos períodos sem nos alimentar e isso poderá desencadear fortes dores de cabeça, por isso coma a cada três horas.

Consumo de alimentos alergênicos e alimentos ricos em substâncias tóxicas (refrigerantes, alimentos industrializados ricos em corantes e conservantes) bem como o excesso de cafeína e deficiências nutricionais de vitaminas e minerais são pontos que devem ser investigados para que se possa também evitar dores de cabeça.

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Nutrição com Dra. Rosana Farah, Por dentro do seu alimento com Dra. Nicole Valente e Neurologia e Saúde com Dr. Paulo Caramelli





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas