Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

03/12/2010
Resista aos exageros de fim de ano

Dezembro é um mês que já começa com festas e termina com as comemorações de Natal e Réveillon. Quem exagera invariavelmente começa o ano novo com uns quilinhos extras e uma boa dose de sentimento de culpa por não ter se controlado. Mas é possível planejar o cardápio e adotar uma nova atitude desde já, pensando mais na saúde.

Na opinião do médico cardiologista Rafael Munerato, diretor técnico do Hospital Santa Paula, as pessoas devem começar já a reduzir o consumo de carne vermelha, gorduras, açúcar e álcool. “Com tantas festas nas empresas, entre amigos e familiares, é comum a pessoa exagerar desde o início do mês e só parar no começo do próximo ano ou só depois do Carnaval. Começar 2011 com hábitos alimentares errados favorece o espessamento das artérias, prejudica o fígado e o pâncreas, altera a pressão sanguínea, e aumenta o nível de colesterol. Quem adotar uma nova atitude a partir de agora certamente começará um ano novo com melhor disposição física e mental”.

O doutor Munerato aponta cinco dicas para curtir o último mês do ano esbanjando saúde:

Diminua a ingestão de açúcar alguns dias antes do Natal e adote uma alimentação light. Evite ao máximo as carnes vermelhas e os pães;
Não pule refeições. Não é porque você está se preparando para as festas da última semana do ano que vai deixar de almoçar ou jantar. É importante ingerir pequenas porções várias vezes ao dia;
Persista em seu planejamento, inclusive durante as ceias. Preencha ¼ do prato com carne branca, metade com saladas de vários tipos e o quarto restante com aquelas receitas mais encorpadas. De sobremesa, escolha apenas um tipo e sirva-se de uma porção sem exageros;
Modere o consumo de álcool. Imponha um limite de dois drinques no máximo, ingerindo muitos sucos e água entre um e outro. Álcool em excesso, além de fazer mal à saúde, leva você a desistir mais facilmente da dieta e induz a comer muito mais;
Durma bem e faça exercícios. Procure manter uma rotina o mais saudável possível, ainda que seja um mês atípico. A falta de descanso adequado e o sedentarismo são vilões não só para a saúde do coração, mas para o corpo todo.

Sete sinais de alerta para o coração

De acordo com o doutor Otávio Gebara, também cardiologista, é importante prestar atenção em sete sinais, principalmente se a paciente identificar a presença de mais de um deles:

Sensação de opressão no peito;
Dor no lado esquerdo ou no meio do peito – que pode irradiar para o pescoço e para o braço esquerdo;
Suor frio e intenso;
Desconforto acompanhado de tontura;
Desmaio;
Náuseas;
Falta de ar.

Mudanças necessárias

“Quando a paciente adota uma alimentação saudável e perde peso e medidas, acaba se sentindo mais disposta a praticar esportes, caminhadas e outras atividades que contribuem para diminuir a pressão sanguínea e fortalecem o coração. Portanto, o ideal é incluir mais frutas, legumes e verduras no cardápio diário e moderar o consumo de carnes, massas e frituras. O consumo excessivo de álcool também pode ocasionar sérios problemas cardíacos, incluindo derrame cerebral. Já com relação ao fumo, o melhor a fazer é parar definitivamente, já que a nicotina e o monóxido de carbono atingem o sistema cardiovascular, aumentando as chances de infarto”, diz Gebara.

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Cardiologia com Dr. Augusto Uchida





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas