Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

10/12/2010
Acupuntura!

Há muitos anos a acupuntura é uma forma de tratamento alternativo no Brasil, porém só em 1995 foi reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. Na história, a prática foi descrita e utilizada há mais de 5 mil anos.

Dentro da Medicina Tradicional Chinesa, a técnica está inserida como um dos cinco eixos de tratamento: Acupuntura e moxa: massagens e exercícios, alimentação, herboterapia, e meditação.
A acupuntura (acus = agulha - punctura= punção) é a aplicação de agulhas muito finas, aprofundando-se alguns milímetros, em pontos da pele pré-determinados. Segundo os terapeutas, as agulhas depois de aplicadas permanecem na pele por no mínimo 40 minutos para que surta o efeito desejado.

Mas se os céticos duvidam é em vão, pois para entender o ‘truque’ é preciso conhecer os princípios desta arte que explica cientificamente muitos casos. Pergunta-se: como é possível uma simples agulha inserida dentre os pés curar certos tipos de dores de cabeça ou uma dor nas costas? Ou ainda qualquer distúrbio físico ou funcional?

A explicação vem na constituição do corpo onde existe uma rede de nervos, receptora e transmissora de todos os impulsos provenientes das partes mais profundas. Quando uma percepção provém de uma doença é reverberada nos terminais nervosos sob a pele, isto é avaliado como um distúrbio que causa dor quando é feita pressão no local da pele. Esta ocorrência acaba gerando pequena diferença de potencial elétrico que são passíveis de registro por meio de aparelhos para este fim. Os mais importantes filetes dessa rede nervosa correm ao longo do que chamam “meridianos de energia”, onde fica a maioria dos pontos de acupuntura.

A agulha fina é colocada confortavelmente no ponto sensível estimulando as fibras dos nervos e gerando impulsos que são distribuídos ao longo da coluna e do cérebro de onde retornam para o ponto doente, deixando-o equilibrado.

Tente pressionar fortemente um ponto doloroso do corpo, em alguns casos sente-se um alívio momentâneo da dor. Este é o principal objetivo da acupuntura, transformar este alívio em permanente, de forma a favorecer o organismo através dos estímulos criando condições internas para retorno de seu equilíbrio ou alívio dos desajustes.

Acupuntura sem Riscos
Não há a menor possibilidade de contaminação de AIDS com a prática da acupuntura por vários motivos.
1. Os pontos de acupuntura são áreas de “zona neutra” onde não existe a possibilidade do contágio de nenhuma doença. Mas somente no ponto certo, com precisão absoluta.
2. As agulhas de injeção são ocas, e permitem alojar-se em seu interior, quaisquer microorganismo, de atuação patológica, além de dificultar a sua esterilização. As agulhas de acupuntura, são maciças, não oferecem condições para alojar microorganismos, além de terem sua esterilização extremamente facilitada, por serem compactas.
3. As agulhas de injeção ou de transfusão, entram diretamente na corrente sanguínea, permitindo um fácil contágio de qualquer patologia, enquanto as agulhas de acupuntura não são introduzidas em vasos, veias ou artérias, mas somente em pontos distantes de vasos, assim fica inviável o contágio. Pois o contágio do vírus HIV só se processa através do contágio de sangue ou esperma contaminado, e a acupuntura não entra em contato com sangue nem com esperma. Além disso, a simples exposição do vírus ao ar por pouco tempo, é suficiente para matá-lo. Também o seu contato com o álcool de boa qualidade é o bastante para eliminá-lo. Mas, apesar disso tudo, todos que trabalham com as terapias orientais, esterilizam as agulhas sempre após cada aplicação. Não houve ainda no mundo, nenhum caso noticiado que a acupuntura tenha transmitido AIDS, assim sendo, não é preciso se assustar, pois com certeza, não há riscos para a sua saúde se submeter à acupuntura.

Na origem
Os chineses conceberam o universo inteiro como sendo ativado por dois princípios básicos, o YIN e o YANG que representam qualidades opostas, mas também complementares e consideram que tudo o que vemos, só existe em virtude da constante influência mútua destas duas forças. O YIN e o YANG por sua vez estão contidos no TAO, o princípio básico de todo o universo, sendo considerado o começo e o fim, o princípio sem princípio, o que não pode ser expressado e o que tudo abrange, por razões de linguagem é denominado de TAO.

Segundo a filosofia taoísta, que é essencialmente monística, o ser humano deve ser considerado como um “todo”, que não pode ser dividido em duas partes ou concebido como uma dualidade, como corpo e mente separados. Na prática isto favorece que as manifestações físicas e psíquicas sejam tratadas com uma igual importância e como uma só entidade. E que, além da preocupação com o tratamento de doenças instaladas a acupuntura permite uma atuação na prevenção, corrigindo previamente os desequilíbrios e os excessos. Isto significa que a acupuntura deveria favorecer a busca do que permanece além da desarmonia. Ou seja, a compreensão e a busca do autoconhecimento do Si (“Self”).

O corpo humano possui 360 pontos distribuídos em linhas chamadas pela medicina chinesa de meridianos.

Veja mais sobre o assunto em nossa coluna de Cardiologia com Dr. Augusto Uchida





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas