Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

21/01/2011
Câncer de estômago pode ser evitado

Terceira causa mais frequente de mortes em homens e quinta em mulheres no Brasil, o câncer de estômago atingiu aproximadamente 21.500 pessoas em 2010, de acordo com a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Segundo o relatório divulgado, a incidência da doença é maior nos países em desenvolvimento e prevalece no sexo masculino. O presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), Sérgio Bizinelli, afirma que mudanças de hábitos reduzem em 50% a probabilidade de a doença se desenvolver como a ingestão de frutas, verduras, legumes crus, controlar o peso, e evitar consumo de bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos e o fumo.

Vários fatores causam a pré-disposição para a doença: condições ambientais (saneamento básico, limpeza urbana e costumes da população, o que propicia infecção no organismo, gastrite, úlcera, além de ser um dos principais fatores de risco para aquisição do tumor); fumo (a nicotina e outras substâncias estimulam doenças como gastrite e úlcera para uma neoplasia maligna); hábitos alimentares inadequados (alimentos gordurosos, muito salgados, mal conservados e sem a limpeza correta); e genética.

De acordo com o médico patologista e presidente da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP), Carlos Renato Melo, o câncer gástrico não tem sintomas peculiares no início da doença, mas é importante o paciente ficar alerta caso tenha náuseas, vômitos, desconforto abdominal, sensação de estômago cheio e perda de peso constante, pois estas reações atingem tanto pessoas com doenças facilmente curáveis, mas também podem indicar algo mais grave. Já no estágio avançado, o patologista afirma que há o aumento do fígado e da região superior do abdome, que são visíveis, podendo ainda haver sangramentos estomacais, porém não são muito comuns.

Bizinelli explica que um dos métodos de detecção e prevenção do câncer de estômago é a endoscopia digestiva, já que se feito em estágio inicial, o tratamento e contenção da doença é mais fácil. O diagnóstico é feito por meio de uma biópsia, realizado por um patologista. O exame consiste na retirada de um pedaço do tecido do estômago contaminado para análise em laboratório. O tratamento consiste desde a retirada do órgão ou parte dele até sessões de quimioterapia ou radioterapia.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas