Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

04/02/2011
Diagnóstico precoce da artrite reumatóide é fundamental para resultados terapêuticos mais positivos

Um estudo realizado por pesquisadores holandeses revelou que pacientes que são avaliados pelo reumatologista, logo depois que os primeiros sintomas da artrite reumatóide aparecem, são mais propensos a “sofrer menos com a doença”, apresentando menos destruição articular e uma possível remissão da doença. Os detalhes do estudo foram publicados no jornal Arthritis & Rheumatism, veículo de comunicação do Colégio Americano de Rematologia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a artrite reumatóide afeta até 1% da população mundial e está associada ao aumento da morbidade, da mortalidade e dos custos com os serviços de saúde. “Esta doença crônica é caracterizada pela inflamação no revestimento das articulações que podem freqüentemente levar a danos nas articulações. As evidências médicas do estudo holandês sugerem que o início precoce de uma estratégia de tratamento – em até 12 semanas, após o início dos primeiros sintomas – pode evitar lesões articulares, melhorar a função locomotora, a longo prazo, e aumentar a probabilidade de alcance da remissão da doença”, afirma o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).

A pesquisa trouxe também a primeira evidência de que pacientes com atrite reumatóide, diagnosticados tardiamente – após as 12 semanas do início dos primeiros sintomas – apresentaram uma maior taxa de destruição das articulações e uma menor chance de conseguir uma remissão sustentada da artrite reumatóide. “Estudos anteriores já haviam demonstrado que atrasos no diagnóstico da doença são freqüentes, mas o estudo realizado pelos holandeses é o primeiro documento que lista o impacto negativo da demora no diagnóstico e no tratamento da artrite, destacando o papel relevante que os reumatologistas devem ter na intervenção precoce da doença”, diz o diretor do Iredo.

Veja mais em nossa Coluna de Ortopedia e Saúde com Dr. Roberto Ranzini





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas