Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

01/04/2011
TOXINA BOTULÍNICA É EFICAZ TAMBÉM NO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO

Que a toxina botulínica é eficaz em tratamentos estéticos nós sabemos, mas com fins medicinais e terapêuticos é novidade para muitas pessoas. Hoje, a toxina é utilizada por diversos especialistas e atua em tratamentos neurológicos para pacientes com paralisia cerebral, traumatismo craniano, acidente vascular cerebral, lesões medulares e outras patologias do sistema nervoso central, tratamentos oftalmológicos e agora também na odontologia.

A toxina botulínica é um agente biológico obtido a partir da bactéria Clostridium botulinum laboralmente que se associa à albumina humana. Sua atuação em tratamentos estéticos e medicinais é feita através de injeções das substancias nas terminações nervosas, bloqueando a liberação de um químico chamado acetilcolina, neurotransmissor responsável por levar mensagens elétricas do cérebro aos músculos.

Novidade nos consultórios odontológicos, a aplicação da toxina trouxe aos pacientes uma significativa melhora em dores e desconfortos. É eficaz no controle de dores, bruxismo (apertamento dentário) e hiperativismo muscular. Além disso, pode-se usá-la também em casos que a gengiva aparente ser maior que os dentes, contribuindo de maneira positiva para uma assimetria no sorriso.

“A aplicação é rápida e simples e os resultados são imediatos! Na odontologia estética é possível entrar no consultório e, em alguns minutos, sair de lá com um sorriso novo. Com relação às patologias clínicas, a toxina revela resultados significativos na diminuição da dor.” – explica Dr. Daniel Vasconcelos.

Porém, como todos os tratamentos, existem vantagens e desvantagens, e com a toxina botulínica, não é diferente. A vantagem de aderir ao tratamento é a rapidez com que o produto é aplicado, já as contra indicações são mínimas. Dependendo do local da aplicação pode ocorrer fraqueza e boca seca. “Por conta disso, é necessário sempre conhecer o local e o especialista que farão o procedimento” – finaliza Dr. Vasconcelos.





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas