Saúde
Colunistas
Artigos dos colunistas      Teste do Cochilo      Teste Saúde Digestiva      Entrevistas      Descubra seu tipo de Relacionamento

20/05/2011
Qual a melhor posição para dormirmos?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas só fazem após o surgimento de dores e problemas na coluna, ou da dificuldade em dormir. Basicamente, a melhor posição para dormir é, de fato, aquela em que você deita, relaxa, dorme e acorda descansado e recuperado.

Porém, levando em consideração que nós dormimos um terço do dia, ou seja, passamos um terço de nossa vida deitados dormindo, a posição em que dormimos pode determinar a forma e a flexibilidade da coluna, o que pode levar a dores e desconfortos. Portanto, podemos afirmar que existem posições que são mais favoráveis e menos favoráveis para a manutenção da saúde da coluna e das articulações.

A posição de dormir que menos beneficia a coluna é a posição de bruços, ou seja, deitado de barriga para baixo. Essa posição causa estresse em dois segmentos da coluna: na coluna cervical, no pescoço; e na coluna lombar (no segmento mais baixo da coluna, próximo ao quadril).

Um erro comum de quem dorme nesta posição é a utilização de travesseiro, pois seu uso aumenta as pressões e torções no pescoço inerentes a essa posição.

A posição de barriga para cima é uma posição boa, que deixa a coluna mais reta. Porém, esta posição também não requer travesseiro, que tira o pescoço e a cabeça do alinhamento ideal com o resto da coluna. Este desalinhamento desgasta e estressa a coluna cervical. No máximo, pode ser utilizado um travesseiro bem baixinho, quase “virtual”. Algumas pessoas gostam de colocar um travesseiro debaixo dos joelhos. Isso alivia alguma possível tensão na região lombar. Como desvantagem desta posição há o ronco.

Por fim, das três posições básicas que podemos assumir ao dormir, temos a posição de lado, a mais indicada para a saúde da coluna vertebral. Nesta posição, também são necessários alguns cuidados para que ela de fato seja a melhor posição para dormir.

O travesseiro da cabeça deve ter a grossura semelhante à distancia entre a orelha e o ombro. Portanto, o travesseiro deve ser largo e firme, de forma a não deformar durante a noite (como por exemplo, os travesseiros de pena/pluma). Também é importante o uso de um travesseiro entre as pernas, que vá do joelho até os pés. Este travesseiro deve dar um suporte para que o peso da perna de cima não faça com que o quadril gire e produza uma torção e tensão na coluna lombar. O uso deste travesseiro diminui esta torção e esta tensão.

Não há problema da pessoa se colocar na posição fetal, aninhada, quando deitada de lado, contanto que ela siga essas dicas.

Outra boa sugestão par quem dorme nesta posição, é que durma abraçando um travesseiro grande, mais robusto, que não permita que os ombros se fechem e se contraiam durante a noite.

Uma boa noite de sono é fundamental para a restauração da saúde, e em especial, da saúde dos tecidos musculares e articulares.

* Por Yeda Bocaletto é Rolfista avançada, formada pelo Rolf Institute dos EUA, é professora assistente de Rolfing; foi Coordenadora de Pesquisa do NAPER – Núcleo de Atendimento, Pesquisa e Educação em Rolfing, da Associação Brasileira de Rolfing entre 2000 e 2008. Integra o Grupo de Pesquisa e Educação Rolfing e Reposicionamento Muscular - toque com precisão e eficiência, e já atendeu nos EUA.

Veja mais sobre o dermatologia em nossas colunas de Pele Saudável com Dra. Katia Volpe Fogolin





Mais Matérias

Veja mais

26/09/2016 - Convulsão: doença ou sintoma?


16/05/2016 - 10 motivos para cuidar de seus pés


16/05/2016 - Falta de Vitamina D afeta a fertilidade!


29/03/2016 - Perda de audição pode começar logo na infância!


29/03/2016 - Quando o cansaço pode acusar que a saúde não vai bem?




Clique aqui e veja todas as matérias

Encontre os melhores preços de medicamentos e leia bulas